Update







Hey guys!

Lembram-se do último post que fiz aqui no blogue, onde vos confidenciei o lema pelo qual me guio? Pois bem, resulta! O positivismo atrai coisas positivas e eu realmente consegui concretizar um dos meus sonhos de vida - ingressei no mestrado em Jornalismo, na faculdade que desejava, a Escola Superior de Comunicação Social. Estou muito muito muito feliz, concretizada e satisfeita com tudo o que isto me trouxe até agora.
Com esta realização veio também a mudança, a mudança de cidade, saí da minha cidade natal, a que sempre conheci e me viu crescer e, mudei-me para a capital.
Agora encontro-me instalada, há já um mês na minha casa e do meu namorado, e tem sido incrível, mas sempre com aquela saudade do mimo e da segurança que Braga me dá.
Por isto, e outras coisas, afastei-me novamente deste espaço que adoro, foi uma altura de muita luta interior e contra o exterior. Como sabem, Lisboa (embora já não seja só aqui) tem os preços dos imóveis super inflacionados, e foi muito difícil encontrar um T1 que estivesse dentro das nossas possibilidades e onde dois estudantes recém licenciados fossem aceites, mas encontramos, e agora estamos a construir aos poucos o nosso lar.
Portanto, não cometendo nada, vou tentar voltar a este pequeno lar também mais vezes.



 Se acreditares em ti, tu consegues! Neste momento, este é  um dos lemas pelo qual me guio.
Eu acredito que se formos positivos e acreditarmos em nós próprios, que conseguimos alcançar tudo aquilo que nos auto propomos.

Covilhã, Janeiro 2018

Em Janeiro, pela altura do meu aniversário, dei uma escapadinha à Covilhã, com o objetivo de (finalmente) conhecer a Serra da Estrela.
No primeiro dia chegamos tarde e cansados e já só conseguimos descansar no spa do hotel e jantar no restaurante, maravilhoso,  do mesmo. Ficamos hospedados no Puralã - Wool Valley Hotel & Spa, onde fomos super bem recebidos e acolhidos durante toda a estadia.
O segundo dia começou bem cedo com destino à Serra, que parecia que adivinhou que lá íamos e vestiu-se de branco apenas na zona da torre, estando um sol luminoso e um frio de rachar, como seria esperado.










Divertimo-nos imenso, porém a barriga já estava a dar horas e decidimos então descer até à vila onde almoçamos na Taberna a Laranjinha, o belo do bife com queijo da serra e presunto, d-i-v-i-n-a-l!
Após o almoço decidimos fazer algo que gostamos muito e que já tinha anunciado aqui no blog que iria fazer, fotografar e documentar arte urbana.
Então, seguimos um roteiro já definido que faz parte de um projeto que nasceu para dar vida às paredes abandonadas da Covilhã, enchendo-as com imagens ligadas à terra. Este projeto ganhou asas a partir de uma ideia dos irmãos Seixo e Lara Rodrigues e desde 2011 mais de duas dezenas de artistas nacionais e internacionais têm espalhado as suas intervenções pelo centro histórico.
O projeto tem o nome de "wool" que à letra significa "lã" (não fosse esta matéria a cara da covilhã), mas pode também funcionar com um homófono de "wall" (parede).














Mais tarde, voltamos para o hotel para descansar um pouco e prepararmo-nos para ir jantar. Nessa noite decidimos ir jantar à "Quinta da Amoreira", uma quinta lindíssima, onde jantamos por cima de um aquário e a comida mais uma vez deliciosa (como a Covilhã nos habituou). 
No dia seguinte voltámos à Serra para nos despedirmos e regressamos ao Norte.



As  fotos presentes no corpo são da autoria de Catarina Simões.

Olhá novidade fresquinha!

Andava a vaguear por uma rua quando encontrei uma parede lindíssima, feita com pedaços do que não se quer, ou seja um parede reciclada, e nisto comecei a pensar e a pensar e foram surgindo ideias e essas mesmas ganharam forma, falei com amigos e decidi que iria pôr em prática já que estava à procura de inspiração para novos conteúdos no blogue, onde pudesse ser ainda mais eu, nunca deixando de lado os outros posts.
Assim, surgiu a ideia de trazer para o blogue Arte. Arte na sua mais variada forma e plenitude. Quando pensamos em arte chega-nos à cabeça variadas imagens, desde a pintura, ao cinema, passando pela literatura (...), e a arte é mesmo isso, é o mais pequeno apontamento até à maior obra.
Por isso, em conjunto com outras pessoas, decidi que iria criar desafios semanais para trazer conteúdo ligado à arte para o blogue, ou seja, lançarei um tema semanal a todos, e quem quiser enviará tudo o que quiserem relacionado com o tema, podem ser fotografias pessoais tiradas por eles, textos, entre outros, e estarão identificados com as suas redes sociais para quem quiser ver o seu trabalho ou apenas ficar a conhecer quem é o autor do mesmo.
Se alguém desse lado estiver interessado em juntar-se a esta pequena comunidade em formação é só contactar-me pelas redes sociais, o link, como sempre, estará no lado direito do blogue.
Fiquem atentos!


Black friday


Um dos dias mais aguardados da estação chegou - Black Friday - e com ele veio a loucura e ânsia de comprar aquelas peças que andamos a namorar desde o  verão, ou então aquele presente ideal de Natal, um investimento mais caro, etc
No entanto,  no meio desta loucura é necessário haver cuidados e atenções:
A peça está sem defeito, tem qualidade?
O tamanho é o correto e assenta mesmo bem?
Vou mesmo utilizar?
Se a resposta foi positiva em todas as questões então compra a peça, se existiu algum "se" é porque não vale tanto a pena.
Uma boa compra são sempre os básicos, blazer, vestidos pretos, casacos, jeans (...)
Boas compras!

"Push yourself because no one else is going to do it for you"

Estava bem difícil voltar aqui, voltar a escrever, voltar a fotografar. Coloquei tudo em standby.
Estou a passar por uma fase chata, na qual muitos se inserem. Estou licenciada, não entrei no meu  mestrado de sonho e estou desempregada. E agora? 
Agora há que enfrentar tudo de frente e lutar para que as coisas mudem, ser a pessoa mais positiva do mundo e saber que as fases más tanto vêm como vão e as coisas mudam.
Por isso e como prova do mesmo, decidi trazer-vos umas recordações de um dia bonito, rodeada do que me faz bem.
















Tendência - Cestas


 Uma das maiores tendências da estação para "malas" são as cestas. sejam grandes, pequenas, com efeitos ou feitios, o que conta é ser uma cesta do género de "vime" que prometem transformar um look por completo.


Esta inspiração teve origem na Jane Birkin, que em 2016 apareceu a utilizar uma cesta do género de "piquenique" na mão.
Há para todos os gostos e carteiras, por isso, nesta estação quente já sabe, leve a merenda de forma mais fancy.